Posts com Tag ‘letras’

Os Cadernos de Semiótica Aplicada (CASA), Qualis B1, têm como objetivo divulgar e debater análises e reflexões teóricas sobre a linguagem, com a finalidade de promover o desenvolvimento científico e institucional das várias correntes metodológicas que estudam o texto e o discurso, com ênfase nas teorias semióticas contemporâneas.

Prazo para submissão até 15/08/2014 (Vol. 12, n. 2 – Dezembro de 2014)

Informações: http://seer.fclar.unesp.br/casa/index

 

RevistaVocábulo: Revista de Letras e Linguagens MidiáticasISSN: 2237-3586 (Qualis B4), publicada pelo curso de Letras do Centro Universitário Barão de Mauá.

Chamada aberta para submissão de originais até 31/05/2014.

Área temática: estudos literários e estudos linguísticos.

Trabalhos devem ser remetidos ao e-mail  revistavocabulo@baraodemaua.br, com cópia para o e-mail revistavocabulo@yahoo.com.br. Obtenha maiores detalhes no site da Revista Vocábulo.

 

Revista de Estudos Linguísticos VEREDAS Online (Qualis A2)

Está aberta a chamada para volume atemático 18 nº 2, da Revista de Estudos Linguísticos Veredas, a ser publicado no segundo semestre deste ano. Prazo para submissão até 26/05/2014.

Informações: http://www.ufjf.br/revistaveredas/2014/02/10/chamada-volume-18-no-2/

 

Revista do GEL (Qualis A2) recebe trabalhos em fluxo contínuo e com eles organiza números semestrais. A Comissão Editorial, ao comunicar a aprovação de um texto a seu(s) autor(es), indica também o número da revista em que ele deverá ser publicado.

Informações pelo link: http://www.gel.org.br/novo/revista-gel/index.php

 

Revista Signótica, Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística da Faculdade de Letras – UFG (Qualis B1). Volume 25. Nº 2. Chamada aberta para  submissão de trabalhos até 01/07/2014.

Tema: Estudos Linguísticos.

Maiores informações no site da Revista Signótica.

 

Revista Desenredo

Volume 10, n. 2, jul./dez. 2014

Chamada aberta para submissão de originais até 08/08/2014.

Tema: Leitura, produção discursiva e multimodalidade.

Obtenha maiores informações pelo email:  mestradoletras@upf.br e no site da Revista Desenredo.

 

Caderno Seminal Digital

Chamada aberta para nº 21 até 27/04/2014.

Tema: Homorrepresentações ficcionais, sob organização dos Professores Doutores Flavio García (UERJ) e Fabio Figueiredo Camargo (UFU).

Chamada aberta para nº 22 até 20/06/2014.

Dossiê: Estudos do léxico português

Editores: Prof.ª Dr.ª Darcilia Simões (UERJ-Seleprot/BR) e Prof.ª Dr.ª Helena Valentim (UNL/PT)

Maiores informações: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/cadernoseminal/index

 

International Journal of Research in Education Methodology

Chamada aberta para publicação de artigos, resenhas, caso de estudo e relatórios.

Maiores informações no site: http://www.cirworld.com/index.php/IJREM/index

 

Revista EID&A – Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação

Prazo para submissão de artigos: 01/08/2014

Previsão de publicação da revista nº7 em dezembro de 2014.

Para mais informações: http://www.uesc.br/revistas/eidea/index.php?item=conteudo_normas.php
 

Revista Linguagem em Foco

Vol. 6, n. 1 – número diversificado com prazo para entrega do material até 30/04/14.

Vol. 6, n. 2 – número temático sobre “Variação Linguística e Léxico”, com prazo para entrega do material até 30/06/14.

Normas e outras informações no site da Revista Linguagem em Foco. http://www.uece.br/linguagememfoco/

 

Revista Caracol, uma publicação semestral da Área de Língua Espanhola e Literaturas Espanhola e Hispano-Americana do Departamento de Letras Modernas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Chamada aberta para submissão de artigos até 20/06/2014.

Tema “Música e Linguagens”.

Consulte normas e outras informações.

 

Cadernos do Tempo Presente

Chamada de artigos e resenhas (fluxo contínuo).

Os textos devem ser enviados por e-mail: caderno@getempo.org.

A resposta para a candidatura será divulgada em até 180 dias.

 

Bakhtiniana. Revista de Estudos do Discurso.

Volume 9/Número 2 – a ser publicada em novembro de 2014

Tema: Letramento e contemporaneidade

Prazo prorrogado para submissão dos originais: 28/04/2014

Volume 10/Número 1 – a ser publicada em junho de 2015

Tema: Discurso literário: diálogo entre arte e cotidiano

Prazo para submissão dos originais: 10/08/2014

Normas de submissão e maiores informações.

 

Revista Miscelânea

Aberta chamada para publicação de artigos até 25/04/2014.

Dossiê: “Revolução e independências: nos 40 anos do 25 de abril”

Normas e outras informações.

 

Millenium. Revista do Instituto Politécnico de Viseu (Portugal)

Aberta chamada de colaborações de tema livre em fluxo contínuo.

Normas e outras informações: http://www.ipv.pt/millenium/

 

Revista Carandá

Aberta chamada para publicação de artigos em fluxo contínuo.

Normas e outras informações: http://cpan.ufms.br/old/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=48&Itemid=205

 

Revista Línguas & Letras, publicação semestral do Programa de Pós-Graduação em Letras, vinculado ao Centro de Educação, Comunicação e Artes da Unioeste — Campus de Cascavel.

Aberta chamada para publicação de artigos nas áreas de Estudos Linguísticos e Estudos Literários, em fluxo contínuo.

Normas e outras informações em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras

 

Revista EUTOMIA – Revista De Literatura e Linguística (Qualis B1)

Chamada de trabalhos – n.13, v. 01, 2014

Dossiê de Linguística:“Contribuições do Interacionismo Sociodiscursivo para o ensino e a aprendizagem de línguas”

O interacionismo sociodiscursivo, que tem por fundamento a atividade de linguagem como a base das relações sociais e como fator decisivo do desenvolvimento psicológico humano, vem se consolidando como um quadro teórico-metodológico importante para o ensino e a aprendizagem de línguas. Como forma de homenagem ao seu mentor Jean-Paul Bronckart, convidamos docentes, pesquisadores e pós-graduandos para apresentarem artigos que mostrem diferentes utilizações desse quadro teórico em situações de ensino e de aprendizagem de línguas. O objetivo desta publicação é compor um amplo repertório de contribuições que enfatizem a solidez do interacionismo sociodiscursivo. Os artigos e ensaios devem ser interpretativos e analíticos. Aceitam-se contribuições em português, inglês, espanhol e francês.

Dossiê de Literatura: “Osman Lins, 90 Anos”

Em comemoração aos 90 anos de Osman Lins, em julho de 2014, convidamos docentes, pesquisadores, pós-graduandos e críticos literários para apresentarem artigos sobre as diferentes facetas de sua obra e sobre sua atuação como intelectual nos anos de 1960 e 1970. O objetivo desta publicação é compor um amplo quadro de recepção do autor, que enfatize a solidez e a atualidade de sua obra literária, dramática e ensaística. Os artigos e ensaios devem ser interpretativos e analíticos.

Prazo para submissão até 30/06/2014.

Informações pelo link: http://www.repositorios.ufpe.br/revistas/index.php/EUTOMIA/announcement/view/15


Revista Linha D’Água (Qualis B2)

Chamada: Número 27 /2 a ser publicado em dezembro de 2014

Tema: Léxico, Discurso e Ensino

As discussões em torno das concepções do léxico da língua portuguesa do ponto de vista discursivo estão centradas nas várias perspectivas teórico-analíticas e também se abrem para as discussões relacionadas ao ensino.

Prazo limite para entrega dos originais: 30/08/2014

Chamada: Número 28 /1 a ser publicado em junho de 2015

Tema:Tecnologias contemporâneas no ensino de língua portuguesa

Discussões relacionadas a práticas diversas de ensino e aprendizagem da língua portuguesa em ambiente digital: material didático em várias mídias, ferramentas de autoria e escrita colaborativa, objetos de aprendizagem, atividades práticas e demais análises sobre as singularidades discursivas advindas da utilização da tecnologia digital no ensino de língua materna e estrangeira.

Prazo limite para entrega dos originais: 30/03/2015

Informações pelo link: http://www.revistas.usp.br/linhadagua

 

Cadernos de Linguagem e Sociedade – eISSN 2179-4790 – ISSN 0104-9712, (Qualis B1)

Chamada para o vol. 15(1)2014

Para o primeiro volume de 2014, Cadernos de Linguagem e Sociedade abre espaço para artigos de distintas abordagens teórico-metodológicas, mas que contemplem a dimensão discursiva de linguagem. Data prevista para publicação: 11 de julho de 2014.

Prazo limite para submissão: 11/05/2014

Informações: http://seer.bce.unb.br/index.php/les/announcement/view/213

 

Bakhtiniana: Revista de Estudos do Discurso, ISSN 2176-4573

Chamada para o Vol. 9/Número 2 – a ser publicado em novembro de 2014

Tema: Letramento e contemporaneidade

A necessidade de compreensão e produção dos diferentes letramentos tem se imposto aos estudiosos nos últimos tempos, e não apenas na área pedagógica. Considerando tanto a importância do tema quanto o fato de que o próprio Círculo de Bakhtin teria contribuições para o estudo da questão, convidamos pesquisadores e docentes que trabalham com a linguagem a submeterem artigos sobre LETRAMENTO E CONTEMPORANEIDADE para o vol.9, n.2 de Bakhtiniana (Qualis A1), que será publicado em novembro de 2014.

Prazo limite para submissão dos originais: 28/04/2014

Chamada: Volume 10/Número 1 – a ser publicado em junho de 2015

Tema: Discurso literário: diálogo entre arte e cotidiano

Bakhtin e os demais membros do chamado Círculo tiveram uma sólida formação literária, aspecto que está refletido, de diferentes maneiras, na maioria dos trabalhos que constituem a perspectiva dialógica da linguagem.

Prazo limite para submissão dos originais: 10/08/2014

Informações: http://revistas.pucsp.br/bakhtiniana

Crédito: stockfreeimages.com

Crédito: stockfreeimages.com


Revista Signo, publicação do Departamento de Letras e Priograma de Pós-Graduação em Letras da UNISC (Qualis B2).

Chamada de trabalhos:volume 39, nº 67, 2014

O objetivo desse número é reunir linhas de pesquisa em Linguística Cognitiva, tendo como foco as metodologias científicas empregadas nas investigações.

Prazo para submissão até 11/08/2014.

Informações: http://online.unisc.br/seer/index.php/signo/index

 

A Revista DLCV – Língua, Linguística & Literatura da Universidade Federal da Paraíba tem como objetivo divulgar estudos de caráter teórico, experimental ou aplicado, na área de conhecimento em Linguística e Letras e suas diversas interfaces, priorizando contribuições inéditas de autores vinculados a programas de pós-graduação. A revista publica artigos, ensaios, traduções e resenhas elaborados por profissionais vinculados ao ensino e à pesquisa nas áreas em questão, além de textos produzidos por alunos de pós-graduação. (Qualis B3)

O processo de submissão é contínuo e os artigos aceitos serão publicados de acordo com o fechamento de cada volume. São publicados 2 volumes por ano e 1 volume impresso.

Informações: http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/dclv/index

 

A revista Estudos da Língua(gem), ISSN 1808-1355 – versão impressa ISSN: 1982-0534 –versão online (Qualis B1) é um periódico editado sob a responsabilidade do Grupo de Pesquisa em Estudos da Língua(gem) (Gpel/CNPq) e do Grupo de Pesquisa em Análise de Discurso (GPADis/CNPq), ligados à Área de Linguística do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Publica textos (resultados de estudos teóricos ou aplicados), preferencialmente, originais e inéditos, de interesse das áreas do domínio das Ciências da Linguagem e interfaces, em português, inglês, francês e espanhol.

Estão abertas chamadas para publicação dos seguintes volumes e números:

Vol. 12, n.2 (dezembro de 2014) – Prazo para submissão: 30/07/2014.

Vol.12, n.3, número especial (teses e dissertações) – Prazo para submissão: 30/07/2014.

Informações: http://estudosdalinguagem.org/seer/index.php/estudosdalinguagem/about/editorialPolicies#custom1

 

A revista Navegações (Qualis B3) é uma publicação semestral do Programa de Pós-Graduação em Letras da PUCRS e do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Universidade de Lisboa e tem por objetivo a divulgação de trabalhos inéditos relacionados com as diversas literaturas de língua portuguesa e com as culturas dos países em que elas são produzidas.

Artigos submetidos entre 01/05 e 31/10 serão publicados no 1º semestre do ano seguinte.
Artigos submetidos entre 01/11 e 30/04 serão publicados no 2º semestre do ano em curso (última data).

Informações: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/navegacoes

 

Revista Linguagem & Ensino

Chamada para publicação de artigos até 20/06/2014.

Tema: “Linguagem, Sociedade e Tecnologia”

Maiores informações AQUI.

 

Revista fragmentum, ISSN 1519-9894, Eissn 2179-2194, Qualis B3

Fragmentum 42. Jul-Set de 2014. Literatura.

Tema: A Poesia e a Arte de William Blake e sua Recepção no Brasil

Prazo de envio até 30/06/2014.

Fragmentum 43. Out-Dez de 2014. Entrevista.

Ementa: Este número é dedicado à história de vida de Maria da Glória Bordini, uma das maiores estudiosas de literatura. O volume contará com uma entrevista da pesquisadora e, ademais, serão aceitos textos que discutam as contribuições de Maria da Glória Bordini no âmbito da pesquisa, da docência e da orientação acadêmica.

Prazo de envio até 30/09/2014.

Fragmentum 44. Jan-Mar de 2015. Linguística.

Tema:Linguagem e Sentido 

Ementa: Tratar da linguagem a partir dos modos como os sentidos nela são produzidos implica estabelecer relações entre questões semânticas, questões enunciativas e questões discursivas de diferentes ordens, de acordo com os pressupostos das teorias implicadas em nossas análises.

Prazo de envio até 30/12/2014.

Informações: http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/fragmentum/pages/view/Chamadas

 

A Revista Educação em Questão (Qualis B1)é um periódico semestral do Centro de Educação e Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRN, com contribuições de autores do Brasil e do exterior. Publica trabalhos de Educação sobre a forma de artigo, resenha de livro e documento histórico. Fluxo contínuo.

Informações: http://www.revistaeduquestao.educ.ufrn.br/apresentacao.html
A Revista Linguasagem, ISSN 1983-6988 (Qualis B3), está com chamada aberta para textos na área de estudos linguísticos e literários, além de seção para textos literários. As edições não possuem temas específicos. Edições ou dossiês temáticos possuem “chamadas” específicas.

Os trabalhos devem ser enviados (em fluxo contínuo, ou seja, em qualquer época do ano) por e-mail.

Informações: http://www.letras.ufscar.br/linguasagem/edicao20/

Anúncios
Crédito: Revista Bula

Crédito: Revista Bula

Pedimos a 15 convidados — escritores, críticos, jornalistas — que escolhessem os poemas mais significativos de Paulo Leminski. Cada participante poderia indicar entre um e 15 poemas. Escritor, crítico literário e tradutor, Paulo Leminski foi um dos mais expressivos poetas de sua geração. Influenciado pelos dos irmãos Augusto e Haroldo de Campos deixou uma obra vasta que, passados 25 anos de sua morte, continua exercendo forte influência nas novas gerações de poetas brasileiros. Seu livro “Metamorfose” foi o ganhador do Prêmio Jabuti de Poesia, em 1995. Entre suas traduções estão obras de James Joyce, John Fante, Samuel Beckett e Yukio Mishima. Na música teve poemas gravados por Caetano Veloso, Gilberto Gil, Guilherme Arantes; e parcerias com Itamar Assumpção, José Miguel Wisnik e Wally Salomão.

Paulo Leminski morreu no dia 7 de junho de 1989, em consequência de uma cirrose hepática que o acompanhou por vários anos. Os poemas citados pelos participantes convidados fazem parte do livro “Melhores Poemas de Paulo Leminski”, organização de Fred Góes, editora Global. Abaixo, a lista baseada no número de citações obtidas.

Bem no fundo

No fundo, no fundo,
bem lá no fundo,
a gente gostaria
de ver nossos problemas
resolvidos por decreto

a partir desta data,
aquela mágoa sem remédio
é considerada nula
e sobre ela — silêncio perpétuo

extinto por lei todo o remorso,
maldito seja quem olhar pra trás,
lá pra trás não há nada,
e nada mais

mas problemas não se resolvem,
problemas têm família grande,
e aos domingos
saem todos a passear
o problema, sua senhora
e outros pequenos probleminhas.

Dor elegante

Um homem com uma dor
É muito mais elegante
Caminha assim de lado
Com se chegando atrasado
Chegasse mais adiante

Carrega o peso da dor
Como se portasse medalhas
Uma coroa, um milhão de dólares
Ou coisa que os valha

Ópios, édens, analgésicos
Não me toquem nesse dor
Ela é tudo o que me sobra
Sofrer vai ser a minha última obra

Invernáculo

Esta língua não é minha,
qualquer um percebe.
Quem sabe maldigo mentiras,
vai ver que só minto verdades.
Assim me falo, eu, mínima,
quem sabe, eu sinto, mal sabe.
Esta não é minha língua.
A língua que eu falo trava
uma canção longínqua,
a voz, além, nem palavra.
O dialeto que se usa
à margem esquerda da frase,
eis a fala que me lusa,
eu, meio, eu dentro, eu, quase.

O que quer dizer

O que quer dizer diz.
Não fica fazendo
o que, um dia, eu sempre fiz.
Não fica só querendo, querendo,
coisa que eu nunca quis.
O que quer dizer, diz.
Só se dizendo num outro
o que, um dia, se disse,
um dia, vai ser feliz.

M. de memória

Os livros sabem de cor
milhares de poemas.
Que memória!
Lembrar, assim, vale a pena.
Vale a pena o desperdício,
Ulisses voltou de Tróia,
assim como Dante disse,
o céu não vale uma história.
um dia, o diabo veio
seduzir um doutor Fausto.
Byron era verdadeiro.
Fernando, pessoa, era falso.
Mallarmé era tão pálido,
mais parecia uma página.
Rimbaud se mandou pra África,
Hemingway de miragens.
Os livros sabem de tudo.
Já sabem deste dilema.
Só não sabem que, no fundo,
ler não passa de uma lenda.

Parada cardíaca

Essa minha secura
essa falta de sentimento
não tem ninguém que segure,
vem de dentro.
Vem da zona escura
donde vem o que sinto.
Sinto muito,
sentir é muito lento.

Razão de ser

Escrevo. E pronto.
Escrevo porque preciso,
preciso porque estou tonto.
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece,
E as estrelas lá no céu
Lembram letras no papel,
Quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde o que vê.
Eu escrevo apenas.
Tem que ter por quê?

Aviso aos náufragos

Esta página, por exemplo,
não nasceu para ser lida.
Nasceu para ser pálida,
um mero plágio da Ilíada,
alguma coisa que cala,
folha que volta pro galho,
muito depois de caída.

Nasceu para ser praia,
quem sabe Andrômeda, Antártida
Himalaia, sílaba sentida,
nasceu para ser última
a que não nasceu ainda.

Palavras trazidas de longe
pelas águas do Nilo,
um dia, esta pagina, papiro,
vai ter que ser traduzida,
para o símbolo, para o sânscrito,
para todos os dialetos da Índia,
vai ter que dizer bom-dia
ao que só se diz ao pé do ouvido,
vai ter que ser a brusca pedra
onde alguém deixou cair o vidro.
Não e assim que é a vida?

Amar você é
coisa de minutos…

Amar você é coisa de minutos
A morte é menos que teu beijo
Tão bom ser teu que sou
Eu a teus pés derramado
Pouco resta do que fui
De ti depende ser bom ou ruim
Serei o que achares conveniente
Serei para ti mais que um cão
Uma sombra que te aquece
Um deus que não esquece
Um servo que não diz não
Morto teu pai serei teu irmão
Direi os versos que quiseres
Esquecerei todas as mulheres
Serei tanto e tudo e todos
Vais ter nojo de eu ser isso
E estarei a teu serviço
Enquanto durar meu corpo
Enquanto me correr nas veias
O rio vermelho que se inflama
Ao ver teu rosto feito tocha
Serei teu rei teu pão tua coisa tua rocha
Sim, eu estarei aqui

Poesia:

“words set to music” (Dante
via Pound), “uma viagem ao
desconhecido” (Maiakóvski), “cernes
e medulas” (Ezra Pound), “a fala do
infalável” (Goethe), “linguagem
voltada para a sua própria
materialidade” (Jakobson),
“permanente hesitação entre som e
sentido” (Paul Valery), “fundação do
ser mediante a palavra” (Heidegger),
“a religião original da humanidade”
(Novalis), “as melhores palavras na
melhor ordem” (Coleridge), “emoção
relembrada na tranquilidade”
(Wordsworth), “ciência e paixão”
(Alfred de Vigny), “se faz com
palavras, não com ideias” (Mallarmé),
“música que se faz com ideias”
(Ricardo Reis/Fernando Pessoa), “um
fingimento deveras” (Fernando
Pessoa), “criticismo of life” (Mathew
Arnold), “palavra-coisa” (Sartre),
“linguagem em estado de pureza
selvagem” (Octavio Paz), “poetry is to
inspire” (Bob Dylan), “design de
linguagem” (Décio Pignatari), “lo
impossible hecho possible” (Garcia
Lorca), “aquilo que se perde na
tradução (Robert Frost), “a liberdade
da minha linguagem” (Paulo Leminski)…

Adminimistério

Quando o mistério chegar,
já vai me encontrar dormindo,
metade dando pro sábado,
outra metade, domingo.
Não haja som nem silêncio,
quando o mistério aumentar.
Silêncio é coisa sem senso,
não cesso de observar.
Mistério, algo que, penso,
mais tempo, menos lugar.
Quando o mistério voltar,
meu sono esteja tão solto,
nem haja susto no mundo
que possa me sustentar.

Meia-noite, livro aberto.
Mariposas e mosquitos
pousam no texto incerto.
Seria o branco da folha,
luz que parece objeto?
Quem sabe o cheiro do preto,
que cai ali como um resto?
Ou seria que os insetos
descobriram parentesco
com as letras do alfabeto?

Sintonia para pressa e presságio

Escrevia no espaço.
Hoje, grafo no tempo,
na pele, na palma, na pétala,
luz do momento.
Soo na dúvida que separa
o silêncio de quem grita
do escândalo que cala,
no tempo, distância, praça,
que a pausa, asa, leva
para ir do percalço ao espasmo.

Eis a voz, eis o deus, eis a fala,
eis que a luz se acendeu na casa
e não cabe mais na sala.

Não discuto

não discuto
com o destino
o que pintar
eu assino

A lua no cinema

A lua foi ao cinema,
passava um filme engraçado,
a história de uma estrela
que não tinha namorado.

Não tinha porque era apenas
uma estrela bem pequena,
dessas que, quando apagam,
ninguém vai dizer, que pena!

Era uma estrela sozinha,
ninguém olhava pra ela,
e toda a luz que ela tinha
cabia numa janela.

A lua ficou tão triste
com aquela história de amor
que até hoje a lua insiste:
— Amanheça, por favor!

Sem título

Eu tão isósceles
Você ângulo
Hipóteses
Sobre o meu tesão

Teses sínteses
Antíteses
Vê bem onde pises
Pode ser meu coração

 

Aberta a submissão de artigos para os números de 2014

A Revista Texto Livre recebe submissões de artigos, resenhas e ensaios de tema livre para os dois
números de 2014:

- até 5 de março para o número de outono;
- até 5 de agosto para o número da primavera.

A Revista Texto Livre: linguagem e tecnologia, ISSN 1983-3652, é uma publicação científica
semestral do Grupo Texto Livre (www.textolivre.org), da Faculdade de Letras da UFMG, e visa à
publicação de textos inéditos sobre Linguística, Educação (inclusive Educação a Distância), 
Cultura Livre, Software Livre, Tecnologia da Informação e, sobretudo, abordagens interdisciplinares.
Ela recebe textos em português, inglês, espanhol, francês e italiano, que são submetidos à 
avaliação do Conselho Editorial, segundo as normas para contribuições. Sua maior classificação
pela Capes atualmente é B3 na área Interdisciplinar.
As diretrizes para os autores podem ser encontradas no seguinte endereço:
http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/about/submissions#authorGuidelines
(pode-se ajustar o idioma no menu à direita do site)

Atenciosamente,
Comissão editorial
Texto Livre: Linguagem e Tecnologia - ISSN 1983-3652 
http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/

---------------------
Convocation: Open submission of articles for 2014 issues

The Texto Livre Journal receives submission of free theme articles, reviews and essays for 
two issues of 2014:

- up to March 5 for the autumn issue;
- up to August 5 for the spring issue.

The Texto Livre Journal: linguagem e tecnologia, ISSN 1983-3652, is a biannual scientific publication of
Texto Livre Group (www.textolivre.org), of the Faculty of Letters of the Federal University of Minas
Gerais - UFMG, and aims to publish unedited texts about Linguistics, Education (including Distance
Education), Free Culture, Free Software, Information Technology and, above all, interdisciplinary approaches.
It receives texts in Portuguese, English, Spanish, French and Italian, which are submitted to the evaluation
of the Editorial Board, according to the rules for contributions. His highest rating currently is B3 in
Interdisciplinary area by Capes. Guidelines for authors can be found at the following address:
http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/about/submissions#authorGuidelines

(adjust language in the menu on the right site)

Regards,
editorial Board
Texto Livre: Linguagem e Tecnologia - ISSN 1983-3652 
http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/

------------------
Está abierta la sumisión de artículos a los números de 2014

La Revista Texto Livre recibe sumisiones de artículos, reseñas y ensayos de tema libre para los 
dos números de 2014:

  - hasta el 5 de marzo para el número de otoño;
  - hasta el 5 de agosto para el número de primavera.

La Revista Texto Livre: linguagem e tecnologia, ISSN 1983-3652, es una publicación científica semestral
del Grupo Texto Livre (www.textolivre.org), de la Facultad de Letras de la UFMG, y tiene como objetivo
publicar textos inéditos sobre Linguística, Educación (incluyendo Educación a Distancia), Cultura Libre,
Software Libre, Tecnología de la Información y, en especial, abordajes interdisciplinarios. Ella recibe
textos en portugués, inglés, español, francés e italiano, que son sometidos a la evaluación del Consejo
Editorial ,según las normas para contribuciones. Su calificación más alta por Capes actualmente es de B3
en el área Interdisciplinaria. Instrucciones para los autores se puede encontrar en:
http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/about/submissions#authorGuidelines
(ajustar lengua extranjera en el menú a la derecha de la página).

Atentamente,
Comisión editorial
Texto Livre: Linguagem e Tecnologia - ISSN 1983-3652 
http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/

----------------
Appel à communication: soumission d'article aux numéros de 2014

La Revue Texto Livre accepte les soumissions d'articles, de comptes 
redus/critiques et des essais pour deux numéros en 2014:

- jusqu'au 5 mars pour le numéro de l'automne;
- jusqu'au 5 août pour le numéro de printemps.

La revue Texto Livre: linguagem e tecnologia, ISSN 1983-3652, est une publication scientifique semestrielle
du Groupe Texto Livre, de la Faculté de Lettres de l'Université Fédéral de Minas Gerais (UFMG), et vise à
publier des travaux relevant du champ diversifié de la Linguistique, de l'Éducation (y compris l'Enseignement
à Distance), de la Culture Libre, du Logiciel Libre, de la Technologie de l'information et des approches
interdisciplinaires en particulier. Elle reçoit textes en portugais, anglais, espagnol, français et italien, 
qui sont soumis anonymement, pour évaluation, à deux membres compétents du conseil scientifique, selon les
règles relatives aux contributions. Sa classification est B3 par Capes actuellement dans le domaine
Interdisciplinaire. Les directrices pour les auteurs peuvent être trouvés à l'adresse:
http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/about/submissions
(la langue peut être sectionnée sur le menu de droite du site).

Cordialement,
Comité de rédaction
Texto Livre: Linguagem e Tecnologia - ISSN 1983-3652 
http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/

-------------------
Aperta la sottomissione di articoli per i numeri di 2014

Il Periodico Texto Livre accoglie sottomissioni di articoli, recensioni e saggi su qualsiasi argomenti per 
due numeri in 2014:

- fino al 5 marzo per il numero di autunno;
- fino al 5 agosto per il numero di primavera.

Il periodico Texto Livre: Linguagem e Tecnologia, ISSN 1983-3652, è una pubblicazione scientifica 
semestrale del Gruppo Texto Livre (www.textolivre.org), della Facoltà di Lettere dell’UFMG, e mira a
pubblicare articoli originali su Linguistica, Educazione (compreso Educazione a Distanza), Cultura Libera, 
Software Libero, Tecnologia dell’Informazione e, soprattutto, approcci interdisciplinari in particolare.
Essa ottiene testi in portoghese, inglese, spagnolo, francese e italiano, che sono sottomessi alla 
valutazione del Consiglio Editoriale secondo le regole per le contribuzioni. Suo punteggio più alto 
attribuito per la Capes adesso è B3 in ambito interdisciplinare.

Linee guida per gli autori sono disponibili all'indirizzo:
http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/about/submissions#authorGuidelines

Cordiali saluti,
Commissione Editoriale
Periodico Texto Livre: Linguagem e Tecnologia - ISSN 1983-3652 
http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/textolivre/
Revista Texto Livre: Language And Technology
http://periodicos.letras.ufmg.br/
E-mail: revistatextolivre@letras.ufmg.br

3ª CHAMADA DE TRABALHOS – Nº. 2, Vol. 2,  2º semestre de 2013

homepageImage_pt_BR

A Revista Letras Raras, periódico da Unidade Acadêmica de Letras (UAL) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), lança sua terceira chamada para publicação de artigos científicos e demais trabalhos acadêmicos. Na Literatura, o tema é a Produção Literária Feminina e outros aspectos atinentes à Presença da Mulher na Literatura. Na Linguística, a proposta de reflexão recai sobre o ensino de línguas, línguas adicionais, língua portuguesa (materna ou como língua adicional) ou ainda línguas conhecidas como Clássicas.

Além desses cadernos temáticos, a Revista Letras Raras acolhe textos que proponham diálogos com o domínio das Letras, assim produções artístico-literárias, traduções, resenhas e ensaios também são recebidos.

A submissão do trabalho deve ser feita com o encaminhamento de arquivo para a plataforma eletrônica da revista.  Se houver problemas, o encaminhamento também poderá ser feito para o e-mail: letrasrarasufcg@gmail.com.  Vale lembrar que os textos deverão atender a todas as orientações da Política Editorial e das Normas de Submissão da revista.

Período de submissão: de 07 de novembro a 08 de dezembro de 2013.

Os trabalhos enviados fora do prazo de qualquer uma das chamadas serão avaliados junto com as demais submissões para a publicação seguinte.

WordItOut-word-cloud-297972

Janeiro, 2014

10 a 13
12th Annual Hawaii International Conference on Arts & Humanities
Honolulu, Hawaii

…………………………………………………………………………………………………….
Fevereiro, 2014

06 e 07
Agreement in Honor of Maria Denilda Moura
Local: Recife, Brasil
10 a 14
9º Congresso Internacional de Educação Superior
Local: Havana, Cuba
 

17 a 19
Congresso Internacional “A Violência no Mundo Antigo e Medieval”
Local: Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
17 a 21

Conferência Nacional de Educação (CONAE/2014) – O PNE na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração

Local: Brasília
19 a 22
Terceiro Congresso Internacional de Investigação sobre escrita: Writing Research Across Borders III
Local: Paris, França
 

Março, 2014

13 a 17
XI Encontro Internacional de Escritoras: Viva Cecília Meireles
Local: Brasília
22 a 25
2014 Conference of the American Association of Applied Linguistics (AAAL)
Local: Portland, USA


Abril, 2014

09 a 12
Gruppo di Studi sulla Comunicazione Parlata (GSCP) International Conference
Local: Estocolmo, Suécia
28 a 30
II Congresso Internacional Vertentes do Insólito Ficcional – (Re) Visões do Fantástico: do centro às margens; caminhos cruzados
Local: UERJ (RJ)


Junho, 2014

05 a 07
8th International Gender and Language Association Conference (IGALA 8) –Shifting visions: gender, sexuality, discourse and language
Local: Vancouver, Canadá
16 a 18
11th International Conference on Actionality, Tense, Aspect, Modality/Evidentiality
Local: Pisa (Scuola Normale Superiore) – Itália


Julho, 2014

14 a 19

XVI Congresso Internacional da Associação de Linguística e Filologia da América Latina

Local: João Pessoa (UFPA)

21 a 25
XI Congresso da Associação Internacional de Lusitanias (XI AIL)
Local: São Vicente, Cabo Verde

23 a 27

15th International Bakhtin Conference – “Bakhtin as Praxis: Academic Production, Artistic Practice, Political Activism”
Local: Stockolm, Sweden

29 a 02/08

VIII Congresso Brasileiro dos(as) Pesquisadores(as) Negros(as) – Ações afirmativas: cidadania e Relações Étnico-Raciais

Local: Belém

……………………………………………………………………………………………………
Agosto, 2014

10 a 15
17th World Congress of the International Association of Applied Linguistics (AILA World Congress 2014)
Local: Brismane, Austrália

25 a 29
13th International Conference on the History of the Language Sciences (ICHoLS XIII)
Local: Vila Real, Portugal


Setembro, 2014

01 a 03
Fifth International Conference Critical Approaches to Discourse Analysis across Disciplines
Local: Budapeste, Hungria

08 a 12
17th International Conference on Text, Speech and Dialogue (TSD)
Local: Brno, Czech Republic


Outubro, 2014

07 a 10
III Congresso Internacional de Dialetologia e Sociolinguística: Variação, atitudes linguísticas e ensino
Local: Londrina, Paraná


See on Scoop.itPer linguam

A partir dos anos 30 com a organização dos cursos de Letras nas Faculdades de Filosofia, Ciências e Letras começaram a ser ministrados alguns conteúdos linguísticos especialmente a linguística histórica nas disciplinas …

See on lucidarium.com.br

De 18 a 28 de novembro ocorrerá em universidades do interior de São Paulo o ciclo de conferências  “O discurso social: retóricas da hegemonia e da dissidência, da confiança e da autoridade”, que será ministrado pelo professor Marc Angenot, da Université McGill (Montreal, Canadá).

O evento é promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal de São Carlos, Laboratório de Estudos do Discurso da UFSCar (LABOR) e o Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa da UNESP/Araraquara.

Sobre o conferencista: O professor Marc Angenot é historiador das ideias e teórico da retórica. Possui doutorado em Filosofia e Letras pela Université Libre de Bruxelles e é Professor da Universidade McGill, da cidade de Montreal, no Canadá, desde 1967. Neste ano de 2013, tornou-se Professor Emérito desta Universidade. O Professor Angenot é autor de um conjunto monumental de obras, entre as quais constam publicações de livros, organizações e edições de livros e de revistas científicas e publicações de artigos e de capítulos de livros.  Em 2001, foi nomeado catedrático da cadeira “James McGill d’Étude du Discours Social”. Durante o ano de 2012, foi o titular da Cátedra “Chaïm Perelman de Rhétorique et d’Histoire des idées”. É membro da Academia de Artes, Letras e Ciências Humanas da Sociedade Real do Canadá. Em 2005, recebeu o Prêmio Léon-Gérin do Québec pelo conjunto de sua obra. Leia mais em: http://marcangenot.com/.

As conferências serão ministradas em francês e contarão com tradução. O cronograma do ciclo ofertará seis aulas com as seguintes temáticas e programação:

Aula 1: La rhétorique de l’argumentation comme science de l’à peu près 

Local: UFSCar (São Carlos) – Auditório do CECH (AT-2)

Data: 18/11/13 – Horário: 14h30

 Aula 2: La notion d’arsenal argumentatif. L’inventivité rhétorique dans l’histoire 

Local: UFSCar (São Carlos) – Auditório do CECH (AT-2)

Data: 19/11/13 – Horário: 14h30

Aula 3: Dialogues de sourds. la logique du ressentiment 

Local: UFSCar (São Carlos) – Auditório do CECH (AT-2)

Data: 20/11/13 – Horário: 14h30

 Aula 4: De l’argumentation à l’intimidation, rôles et variations de l’argument d’autorité (Extrait de Rhétorique de la confiance et de l’autorité

Local: UNESP (Araraquara)

Data: 26/11/13 – Horário: 14h30

 Aula 5: Esprit du temps et coupe synchronique : la théorie du discours social 

Local: UNESP (Araraquara)

Data: 27/11/13 – Horário: 14h30

Aula 6: Le siècle des religions politiques : essai d’histoire conceptuelle

Local: UNESP (Araraquara)

Data: 28/11/13 – Horário: 14h30

Aos interessados pelo tema e que não possam fazer matrícula como alunos dos programas de Pós promotores do evento, é oferecida a opção de se inscrever como ouvinte do Ciclo de Conferências. Para cada conferência será emitido certificado de participação.

Para realizar a inscrição basta encaminhar dados através do link a seguir:  formulário.

NOVEMBRO
06 a 08 – XXIV Colóquio Internacional de Literatura Mexicana e Hispanoamericana

7 a 8 – I Colóquio “Linguagem e Cognição em Interação”, IEL/Unicamp.

07 a 09 – I Colóquio de Professores de Inglês da Região Oeste do Pará – A formação continuada de professores de Inglês da Educação Básica: desafios e perspectivas

11 a 14 – 7º Seminário Educação e Leitura

13 a 15 – 5º Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação & 1º Colóquio Internacional de Educação com Tecnologias: Aprendizagem móvel dentro e fora da escola foto-programa-644x320
20 a 22 – XIV Simpósio Nacional  de Letras e Linguística e IV Simpósio Internacional de Letras e Linguística (Silel)

21 a 23 – I Simpósio Regional de Estudos Linguísticos e Literários do Médio Solimões

25 a 29 – Congresso Brasileiro de Informática da Educação (CBIE 2013) – Informática na Educação: da pesquisa à ação                                                            

DEZEMBRO

02 a 04 – 4th New Zealand Discourse Conference

02 a 13 – II Simpósio Internacional e VI Simpósio Nacional de Literatura e Informática

11 a 13 – I Congresso Linguagem e Direito: Construindo Pontes

26 e 27 – Third International Conference on Advances in Information Technology and Communication (AIT 2013)

Os interessados em aprimorar ou aprender como são feitas letras de música poderão procurar o Museu da Língua Portuguesa (em São Paulo) para experimentar esse processo de criação. Mensalmente serão promovidas oficinas sobre o processo de criação de letras de música, as quais poderão reunir até 30 participantes na faixa etária de 12 a 18 anos.  Haverá distribuição de senhas 30 minutos antes de começar a oficina, na entrada onde está o balcão do pátio de acesso ao Museu.

A primeira oficina ocorre a partir das 15h do dia 02/11/13 e contará com a participação do músico Chinaman,  que falará sobre suas fontes de inspiração e etapas do próprio processo de composição.

Crédito: Museu da Língua Portuguesa

Crédito: Museu da Língua Portuguesa

Leia mais em: Museu da Língua Portuguesa

Redação do Enem é a única a pedir proposta de intervenção; saiba o que significa

por Julia Carolina – iG São Paulo | 19/10/2013 11:00

Quinta competência da prova pede que aluno apresente uma solução para o problema apresentado no texto

Não adianta só discorrer sobre o tema, é preciso propor uma solução para o problema discutido. No Enem, é assim que funciona a redação. Quem descumpre essa competência (a última das cinco consideradas na correção do texto) perde 200 dos mil pontos possíveis. Para especialistas ouvidos pelo iG , essa é uma forma de fazer com que os estudantes assumam uma posição crítica.

Crédito: Amana Salles/Fotoarena
Candidatos devem fazer uma proposta de solução para tema discutido na redação

Rogério Chociay, professor aposentado da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e especialista em redação, diz que sempre se posicionou “um tanto avesso” a essa competência. Porém, mudou de opinião nos últimos tempos.

“Atualmente, tenho a impressão de que com tanta informação que o aluno do Ensino Médio pode ter acesso, ele está em condição de propor a intervenção. O que é preciso entender é que o Enem não vai pedir um tratado ou uma tese de doutorado a respeito de um assunto. É uma dissertação e uma dissertação de um aluno de Ensino Médio”, pondera.

Chociay diz ainda que não é preciso que o aluno fique preocupado em sugerir uma intervenção inovadora e genial. “Não é o que se espera, pode ser uma proposta simples. Eles querem que o jovem se posicione diante daquele problema. Claro que podem surgir ótimas ideias, mas isso não deve ser levado como padrão na hora da correção”, completa.

Benedito Antunes, professor de Letras da Unesp, avalia que esse pedido de intervenção pode trazer dificuldade para os alunos, dependendo do tema e nível do estudante. Mesmo assim, ele avalia bem a existência dessa competência.

“Sempre entendi que o modelo de redação do Enem era uma novidade para nós, caracterizado por um avanço. O aluno teria que apresentar uma solução e essa solução viria de acordo com a maneira que o tema é abordado na prova. O pedido estimula a pessoa a pensar em um texto crítico”, completa.

Para o professor Francisco Platão Savioli, da Universidade de São Paulo (USP) e do Anglo, essa foi uma forma de cobrar que os alunos se preocupem em aplicar os ensinamentos da escola para sugerir “mudanças sociais”. E isso, ele complementa, não costuma estar na preocupação das escolas.

“É uma forma que a política educacional encontrou de incentivar as escolas a não só transmitir um conhecimento alienado, mas dar uma destinação social para esse conhecimento. De modo que o colégio não ensine só a fazer cálculos, não ensine só as letras, mas crie também nos estudantes sensibilidade de participação social, interesse no meio social em que ele está”, diz.

Competências avaliadas na correção da prova:

1. Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.

2. Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

5. Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Obs.: Cada critério vale de 0 a 200 pontos.

Leia mais em: iG São Paulo