Posts com Tag ‘linguística aplicada’

Na edição temática do primeiro semestre de 2014, a Revista Raído: ISSN 1984-4018, avaliada como B1, vai abordar o Estágio Supervisionado nas licenciaturas. O volume tematizará contribuições de abordagens teóricas e metodológicas, desenvolvidas na Linguística Aplicada, para os estágios supervisionados obrigatórios das licenciaturas, os quais serão concebidos como contextos de investigação científica nos estudos da linguagem.

Os artigos científicos devem focalizar a construção de objetos de pesquisa (inter/trans)disciplinares, informados pelo trabalho com a linguagem na formação inicial de professores, podendo considerar possíveis articulações dessa disciplina acadêmica com a educação básica. Serão concebidos como dados de pesquisa textos acadêmicos (nas modalidades falada e escrita da língua), materiais didáticos, documentos oficiais, além de outros usos da linguagem no referido contexto de instrução.
Serão aceitos textos em português, inglês, espanhol e francês. A organização do volume ficará a cargo de Adair Vieira Gonçalves (UFGD/CNPq) e Wagner Rodrigues Silva (UFT/CAPES).

Wagner Rodrigues Silva

Universidade Federal do Tocantins – UFT
Campus Universitário de Araguaína
Programa de Pós-Graduação em Letras: Ensino de Língua e Literatura
Mestrado e Doutorado

Site da revista: http://www.periodicos.ufgd.edu.br/index.php/Raido/index

Uma tirinha e uma pitada de humor, ótimos recursos para o ensino de figuras de linguagem!

tema figura de linguagem

Leituras literais não mais!

Aos poucos vou postar os trabalhos que fiz e foram publicados em diferentes momentos desde que comecei minhas investidas como pesquisadora. Segue aqui uma mostra de artigo que escrevi em parceria com a professora Drª Eliana da Silva Tavares, no período em que fui bolsista voluntária de iniciação científica do projeto “A Bela e a Fera: uma perspectiva de ensino ou A língua materna na escola” na FURG.

Questões sobre língua materna: da concepção ao ensino.

A propaganda da suposta “dificuldade” da língua é o arame farpado mais poderoso para bloquear o acesso ao poder. (Gnerre, apud Marcos Bagno)

Este artigo tem o propósito de discutir questões concernentes ao processo de ensino/aprendizagem de língua materna, tais como (a) a relevância da concepção de língua, (b) os efeitos decorrentes dessa concepção no tipo de ensino pretendido e (c) os objetivos traçados para o mesmo. A opção por esses aspectos não é fortuita, pois deve-se a questionamentos surgidos no transcorrer das aulas de Linguística II (que tem seu programa direcionado justamente ao ensino de língua materna), cuja principal dúvida exposta pelos professores em formação refere-se à suposta “necessidade” de ensinar conteúdo gramatical de natureza normativa.

Leia a íntegra em: ROSA, C. E. S., TAVARES, E. S. Questões sobre língua materna: da concepção ao ensino. Artexto (FURG). , v.13, p.95 – 99, 2002.